Empreendedorismo

Empoderamento das Mulheres e Igualdade de Gênero

Empoderamento das Mulheres

Imagine se alguém fizesse as suas escolhas por você.

Imagine se não escutassem a sua opinião em escolhas que afetam a sua própria vida!

Essa é a realidade de muitas mulheres, e é por isso que elas precisam ser empoderadas.

 

Mas o que isso significa?

Este vídeo é produto da parceria entre o Instituto Coca-Cola Brasil e a ONU Mulheres, em colaboração com o IBAM.


Imagine se alguém fizesse as suas escolhas por você: como você deveria se investir, qual deveria ser a sua carreira, com quem você deveria se relacionar.

Imagine se não escutassem a sua opinião em decisões que afetam sua própria vida.

Imagine nunca poder tomar essas decisões.

Essa é a realidade de muitas pessoas, especialmente de muitas mulheres. E é por isso que devemos garantir que elas sejam empoderadas.

 

Mas o que quer dizer empoderamento?

Empoderamento é conquistar mais liberdade, é conseguir a autonomia, é ter influência, é ser capaz de determinar o que você quer e como você quer.

Empoderar é poder decidir sobre assuntos que afetam a sua vida, o seu corpo, a sua casa, o seu trabalho, a sociedade, o seu estado, seu país e o mundo.

 

Mas você sabe como garantir isto?

As mulheres se tornam empoderadas quando investem em sua educação e capacitação, quando conhecem os seus direitos e reconhecem as suas responsabilidades.

Quando tem voz ativa para expor o que pensam e o que querem, quando tomam decisões sobre seu próprio corpo e decidem se querem ser mãe, ou não.

Quando ocupam espaços de poder e decisão, quando decidem qual carreira trilhar, que recebem um salário justo pelo que fazem.

Empoderar as mulheres e permitir que elas sejam quem quiserem, é assegurar que as mulheres e homens se beneficiem dos mesmos direitos e oportunidades.

Imagine agora uma sociedade que dá oportunidades e garante os direitos de todas as mulheres e todos os homens.

Uma sociedade em que cada pessoa tenha voz e seja respeitada para tomar as decisões que impactam a sua própria vida.

 

Essa realidade é possível. Imagine que faça acontecer.

Igualdade de Gênero

Desde cedo, meninos e meninas aprendem o que podem e o que não podem fazer.

Eles são levados a acreditar que as suas escolhas são determinadas pelo sexo.

Só que isso tem consequências sérias para as mulheres, que se tornam vítimas da desigualdade.

Essa realidade tem que mudar.

Precisamos construir uma cultura de mais igualdade, mais direitos e mais oportunidades para todas e todos.

Este vídeo é produto da parceria entre o Instituto Coca-Cola Brasil e a ONU Mulheres, em colaboração com o IBAM.

Brincar de carrinho, brincar de boneca,  jogar futebol,  dançar balé,  sonhar em ser astronauta, bombeiro, engenheiro.

Sonhar em ser professora, enfermeira, psicóloga, trabalhar fora, cuidar da casa, quem manda e quem obedece.

Desde cedo meninos e meninas aprendem o que podem e o que não podem fazer. Eles são levados a acreditar que suas escolhas são determinadas por serem mulher ou homem e que isso não tem como mudar.

Isso é desigualdade de gênero e isso tem consequências.

As mulheres são 51% da população do Brasil e só 42% das mulheres jovens estão empregadas, enquanto 65% dos homens jovens estão empregados.

As mulheres com mais de 12 anos de estudo recebem 65% do salário que eles recebem.

39% dos jovens brancos e 40% dos jovens negros fazem as atividades domésticas. Já 78% das jovens brancas e 86% das jovens negras fazem as atividades domésticas.

As mulheres são vítimas de violência na maioria dos casos provocada por que homens conhecidos.

Uma mulher é morta a cada uma hora e meia. 54% dessas vítimas são mulheres jovens e 61% são mulheres negras.

Essa realidade tem que mudar e isso começa com você.

Para a igualdade de gênero é preciso respeito liberdade para tomar a decisão sobre a própria vida e equilíbrio de poder.

Isso é bom para as mulheres e para os homens também.

Essa é a mudança que a gente quer e precisa: Mais igualdade,  Mais direitos e Mais oportunidades.

 

E você como vai fazer parte dessa mudança?

 

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.